quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Momento Jet Set


Esse é seu Laudelindo Silva. Ele é um dos muitos brasileiros que progrediram no ano passado, diversificando seus negócios, em decorrência das mudanças substanciais empreendidas pelo governo Lula. Seu Laudelindo trabalha como carrinheiro e catava apenas papelão usado nas imediações de lojas no bairro Rebouças, próximo à Vila das Torres, onde mora em Curitiba. Mas o negócio estava dando algum prejuízo porque papelão molha fácil. Então, seu Laudelindo aumentou um pouco sua área geográfica de trabalho, carregando seu carrinho até bairros nobres da capital paranaense, nos quais encontra muitas latinhas de refrigerante e cerveja em lixeiras ou, em sua maioria, nas calçadas (o Curitibano é um povo muito educado). Apesar da lei seca, a quantidade só tem aumentado. Com a transferência de renda e nosso maravilhoso mundo publicitário, pessoas mais aquinhoadas bebem mais refrigerantes, cerveja etc. Juntando 160 latinhas, seu Laudelindo forma um quilo, e por ele ganha 2 reais.
Mas os progressos na qualidade de vida de seu Laudelindo não param por aí. Ele tinha uma dieta apenas à base de carboidratos – comia restos de uma Risoteria perto de casa. Mas como agora ele caminha por bairros nobres, encontra muita carne em lixos de restaurantes refinados, que têm movimento cada vez maior. Assim, seu Laudelindo faz um equilíbrio melhor entre carboidratos e proteínas.
Ouvido pela nossa reportagem, seu Laudelindo se julga um brasileiro consciente de seu papel na maravilhosa economia informal que cresce como enchente no Brasil, dando mostras que é possível, em nosso novo país, enriquecer sem pagar impostos. E provando que as políticas públicas estão dando muito resultado. Bola branca para o governo Lula.